problemas de humor, auto dúvida e aleatoriedades

Quando comecei este blog, postei uma tradução sobre a música do The Killers, o que eu acredito que traga algumas pessoas até aqui de vez em quando.

Não me lembro muito bem de qual era meu objetivo quando criei, mas a julgar pela url escolhida (também inspirada na música do The Killers, Read My Mind), nada mais justo do que eu expor a minha mente tanto quanto eu conseguir…talvez como forma de terapia.

Enfim, eu nem sei porque abri esse post aqui, mas cá estou. Há uns dias eu estou tentando monitorar meu humor para saber qual a frequência que dura minhas “fases” depressivas/humor normal sem motivo aparente para estas viradas e como uma forma de ajuda futura caso eu procure ou precise de ajuda especializada.

Eu claramente tenho problemas com humor desde que eu era criança e não tenho objetivo de buscar nomes pela internet, mas entender como eu reajo e como estas mudanças acontecem, além de prestar atenção no quanto e como me prejudicam.

Mas ao mesmo tempo duvido se isso tudo não é coisa da minha cabeça e estou simplesmente exagerando. Vejo amigos e pessoas nas redes sociais pedindo ajuda e com motivo pra isso, até as crises deles parecem mais realistas do que as minhas frescuras. Ou seja, o que eu tenho são crises mesmo? Ou eu me seguro tanto que até no descontrole eu tento ter controle? Sei que cada pessoa reage a tal coisa de forma diferente, mas eu pareço forçada até pra mim. Como se eu não tivesse o direito, os motivos de me sentir mal assim ou de dizer que me sinto quando há pessoas que se encaixam certo e conseguem respostas. E parece que eu nunca vou conseguir porque não tem uma resposta pra conseguir. Eu sou “normal” e quero aparecer, talvez, inventar coisas. Eu posso nem ter sido mesmo diagnosticada com TAG e inventei. Não confio em mim.

Eu costumo lembrar que tentei “ir dessa pra melhor” várias vezes. Perdi as contas, devem ter sido mais de 16 vezes. Mas foi mesmo? Eu nunca fui parar em hospitais, ninguém jamais ficou sabendo. Se machucar arranhando quando pessoas mais corajosas e que não fingem, cortam até aparecer a carne… vão parar em internações. Eu sou só uma pessoa querendo atenção mesmo? Querendo ter uma justificativa, não que eu seja uma má pessoa ou vá usar isso pra justificar algum comportamento, mas… é complicado.

Eu ainda saio de casa, consigo fazer as coisas, comer. Tem gente que quer e não consegue por causa da depressão. E eu fazendo caso…

Eu sei que eu não gosto de comparações e que não se faz. Mas olhando apenas pra mim, nem eu me levaria a sério.

Enfim. Vou monitorar meu humor e nem sei por quê. Mas vamos ver.

 

Anúncios