toda ajuda é bem-vinda?

recebi uma mensagem pedindo ajuda.
um amigo em comum estava precisando de um pouco de atenção.
a situação parecia muito urgente, mandei mensagem.
entendo não ter sido vista, não é sobre isso, é sobre não conseguir ajudar.

não sei mais se eu gostar de ajudar envolve as outras pessoas ou um pouco do meu ego, mas se envolver, até onde tem mal nisso?

digo, é a única forma de me sentir útil, de querer estar um pouco no mundo. então é egoísta sim, mas ao mesmo tempo eu merecia um desconto? ou não?

o amigo está bem, no momento, mas se outra pessoa precisar e eu não conseguir ajudar de alguma forma, mas por ser inútil mesmo… porque sempre tento.

desculpem a vocês. que não consigo ajudar. ou ser confiável o suficiente pra isso.

as pessoas simplesmente acho que cansaram. porque eu só vivo tentando mas nunca consigo. nem vou. o problema é que, eu tinha tido isso como missão e acabou que não tenho mais. na boa mesmo, to aqui pra que?

é como se todos os problemas e pensamentos fossem forçados, como se eu quisesse senti-los. Mas eu não controlo quando eles vêm. E ainda assim sinto como se a culpa fosse sim minha, porque eu podia tentar mais e reclamar menos, já que tanta gente aí tá passando batalhas realmente ruins, de verdade, passaram por coisas difíceis de verdade.

e não minhas frescuras.

queria deixá-las. mas não consigo.

não sei, eu só não sei. queria dormir até o corpo ficar cansado e começar a se consumir por dentro… isso já parece estar acontecendo. e não há razões pra isso.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s